Sustentabilidade do Abastecimento de Água:
da Arte de Bordalo Pinheiro
à proteção de reservas de água potável

24 de maio de 2022, 10:00h às 13:00h

Auditório da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento – FLAD

Inscrição
A inscrição é gratuita, apenas sujeita a confirmação

 

A sustentabilidade do abastecimento de água é, no momento presente, um tema incontornável de reflexão para o mundo que queremos construir. A disponibilidade de reservas de água bruta, compatíveis com o abastecimento, e a eficiência do sistema de adução e distribuição de água às populações, assumem um papel central nessa reflexão e debate.

Porque o tema da água atravessa os tempos  e surge intimamente ligado à gestão do território e das atividades que nele se desenrolam, exige arte e conhecimento a par da colaboração de todos, explora-se a sua relação com a arte de Bordalo Pinheiro, como forma inequívoca de passar a mensagem. A par da arte, grande suporte à divulgação de uma nova cultura da água, surge a História, a Ciência e a inovação, todas ao serviço da promoção de uma forte consciência coletiva de que estamos juntos, e será crescendo em conhecimento e em colaboração que consolidamos uma abordagem sólida e inovadora à gestão eficiente da água e do território, fundamentais à sustentabilidade do desenvolvimento das nações. O exemplo é Português. Com ele se aprende o passado, a sua evolução, o presente e se antecipa o futuro da distribuição de água a Lisboa.

Trata-se de cuidar da Casa Comum, com ênfase no tema da água na perspetiva mais elementar da sobrevivência das populações de forma justa e equilibrada, o que pede uma reflexão exigente mas tranquila, feita com base na cultura, que neste caso é portuguesa, que nos prepara para lidar com o presente e construir, com responsabilidade e em conjunto, um sólido futuro.

 

Programa

10:00 - Acolhimento

10:30 - Abertura



Rita Faden, Presidente do Conselho Executivo da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento

Presidente do Conselho de Administração e do Conselho Executivo da FLAD - Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento desde Janeiro de 2019. 
Tem uma longa carreira na Administração Pública portuguesa nas áreas nos negócios estrangeiros, assuntos europeus, justiça, segurança e defesa.
Exerceu vários cargos de chefia tendo sido Directora-Geral no Ministério dos Negócios Estrangeiros, no Ministério da Justiça e no Ministério da Administração Interna. Foi ainda membro do Conselho Directivo do Instituto Nacional da Propriedade Industrial.
Tem uma vasta experiência de representação do Estado português e de negociação internacional no quadro da União Europeia e das Nações Unidas.
Foi Chefe de Gabinete do Primeiro Ministro entre 2015 e 2018.
É licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e pós-graduada em Estudos Europeus pela Universidade Católica Portuguesa.

 


Carlos Coelho, Presidente da Associação Portuguesa dos Recursos Hídricos

Professor Auxiliar com Agregação no Departamento de Engenharia Civil da Universidade de Aveiro, onde completou, em 2005, o Doutoramento em Engenharia Civil, na área da Engenharia Costeira. É Presidente da Comissão Diretiva da Associação Portuguesa dos Recursos Hídricos e é membro da delegação Portuguesa da PIANC - The World Association for Waterborne Transport Infrastructure. Desenvolveu e publicou numerosos estudos de dinâmica sedimentar, mitigação da erosão, gestão e ordenamento costeiro.

 

10:45 - A distribuição de água ao tempo de Bordalo Pinheiro

 
João Botelho – Diretor do Museu Bordalo Pinheiro

Desde 2014 diretor do Museu Bordalo Pinheiro, em Lisboa. Formado em História na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, e mestre em Museologia e Património pela Universidade Nova de Lisboa. No seu percurso profissional merecem destaque as funções que desempenhou como chefe de divisão dos museus da CM de Viana do Castelo e de diretor executivo da CulturPorto. João Botelho, um apaixonado pela banda desenhada, detém um vasto conhecimento do espólio de Bordalo Pinheiro e vem partilhar connosco a visão crítica de Bordalo associada ao problema da adução de água a Lisboa, naquele tempo, relativo à construção do sistema de adução de Valada.

 

11:15 - EPAL e a história do abastecimento de água a Lisboa


Daniel Barros Gomes - Museu da Água

Responsável pelo Centro de Documentação Histórica e Técnica, na Direção do Museu da Água e do Património Histórico (EPAL, grupo AdP). Licenciado em História, pós-graduação em Ciências da Documentação e Informação e mestrando em Gestão e Curadoria da Informação. Desde o seu ingresso na EPAL, em 2009, que se dedica à organização da documentação referente à história da empresa e do abastecimento de água a Lisboa. Atualmente foca também o seu trabalho na gestão da documentação técnica das infraestruturas ativas dos sistemas de abastecimento de água e de saneamento de águas residuais da EPAL e da AdVT.

 

11:45 - Intervalo

 

Claúdia Cordovil

Professora associada do Instituto Superior de Agronomia.
Coordenadora da task force "reactive nitrogen".
Coordenadora da comissão de curso de Engenharia do Ambiente.

 

12:00 - A inovação ao serviço da gestão eficiente no setor da água

 
Pedro Fontes

Direção de Inovação e Desenvolvimento - EPAL

Diretor do Departamento de Inovação e Desenvolvimento da EPAL desde março de 2019; acumula, ao longo da sua carreira, vasta experiência na gestão e distribuição de água, tendo sido coordenador do departamento de monitorização de Assets Inspection na EPAL, Diretor de Infraestruturas das Águas do Oeste, SA, Gestor na Ambitagus, e exercido funções como engenheiro do Ambiente na Câmara Municipal de Abrantes onde iniciou a sua carreira. Todo o seu percurso apoia e alarga a visão que nos trás sobre o futuro da distribuição de água e o papel da Inovação.

 

12:20 - Gestão Integrada de Reservas de Água para abastecimento: Contributo para a  sustentabilidade do desenvolvimento Português

 
Maria Lucena e Vale – Direção Geral do Território

Doutorada em Estatística e Gestão de Informação pela Universidade Nova de Lisboa, é Investigadora na Direção Geral do Território e Presidente da Comissão Especializada Água Território e Cultura. Tem como foco central do seu trabalho de investigação a construção de abordagens inovadoras à gestão integrada da água e do território, áreas fundamentais ao desenvolvimento equilibrado das nações. A área abrangida pela albufeira do Castelo do Bode constitui a reserva de água a que dedicou mais de 25 anos da sua carreira, assumindo esta tarefa como contributo para o desenvolvimento equilibrado de Portugal.

 

12:40 - Encerramento

13:00 - Termo da sessão 

 

Organização

Specialized Commission for Water, Territory and Culture (CEATC)  

 

Coorganização

 

Acolhimento e Apoio