Bem-vindo à página do 14.º SILUSBA

A Associação Portuguesa dos Recursos Hídricos (APRH), a Associação Brasileira de Recursos Hídricos (ABRH), a Associação Cabo-Verdiana de Recursos Hídricos (ACRH) e a Associação Aquashare Moçambique informam que o 14º Simpósio de Hidráulica e Recursos Hídricos dos Países de Língua Portuguesa se realizará de 16 a 20 de Setembro de 2019, na Biblioteca Nacional, Cidade da Praia, Cabo Verde, sob o lema "SILUSBA 25 anos construindo a Comunidade da Água da CPLP”.

Presidente da Comissão Organizadora Internacional

Lobo Ferreira João Paulo Lobo Ferreira

Caros Amigos

É com enorme honra e alegria que aceitei o convite da Presidente da APRH, Profª Susana Neto, para presidir à Comissão Organizadora Internacional do 14º SILUSBA. Nesta mensagem convidamos-vos a participar com a APRH, ABRH, Aquashare, ACRH e todos os Países da CPLP, no desafio de tornar o 14º SILUSBA um dos mais participados de sempre. O elevado nível institucional dos membros da COI, e as dinâmicas já iniciadas com as empresas, nomeadamente com as de Angola, levam-nos a crer que neste SILUSBA teremos delegações que farão justiça à dimensão dos nossos Países. O nosso lema é “SILUSBA 25 anos construindo a Comunidade da Água da CPLP”. Passaram 25 anos desde que, em Abril de 1994 a APRH e a ABRH, lançaram o bem sucedido desafio de incorporar os novos Países da CPLP na organização dos SILUSBAs para, bienal e rotativamente na Europa, América e África, alargar à CPLP e dar continuidade aos 5 SILUSBs anteriores, os Simpósio Luso-Brasileiros de Hidráulica e Recursos Hídricos iniciados em Novembro de 1983. Assim, organizámos em Abril de 1994, o 6º SILUSB/1º SILUSBA - Simpósio Luso-Brasileiro e Africano de Língua Oficial Portuguesa de Hidráulica e Recursos Hídricos. Recordo que a Comissão Organizadora do 1º SILUSBA incluía além do Prof. A. Betâmio de Almeida, o iniciador dos SILUSBs, o Engº A. Eira Leitão, o Prof. F. Nunes Correia também os Profs. Almir Cirilo e A. Carmo Vaz, que vieram a organizar no Recife e no Maputo os 2º e 3º SILUSBAs. Este ciclo rotativo continuou cheio de sucesso, passando há 15 anos por Cabo Verde, em 2003, no 6.º SILUSBA. Estes Simpósios têm como objetivos principais: • Promover o avanço do conhecimento nos domínios da Hidráulica e dos Recursos Hídricos; • Promover o intercâmbio de ideias e de experiências nos domínios da Hidráulica e dos Recursos Hídricos; • Estimular ações de formação, de investigação e de desenvolvimento de interesse comum. No 14º SILUSBA pretendemos viabilizar a passagem do conhecimento à prática reforçando a capacitação e empresarialização, dando alguma formalidade institucional à nossa “Comunidade da Água” para termos uma voz privilegiada junto da CPLP. As temáticas passarão pelos desafios de cada País, quer sejam escassez da água, como está a ocorrer em Cabo Verde, ou de cheias, poluição da água e degradação dos ecossistemas, governança e aplicação da legislação, como em São Tomé e Príncipe com a sua nova Lei da Água de 2018. Moçambique salienta a profissionalização / empresarialização / servitização de serviços. A adequação destas temáticas às realidades regionais da CPLP serão tidas em conta. Recordo as pertinentes preocupações da Aquashare, em Moçambique, de que os países em desenvolvimento estão fora do modelo convencional e as preocupações passam pela gestão de lamas fecais, fontes dispersas com bombas manuais, a provisão de serviço de forma muito descentralizada, temas muito interessantes e atuais mas complicados de organizar! A orla costeira dos países insulares e com amplas zonas estuarinas não serão esquecidas, bem como o controle da intrusão salina acrescido à mitigação do efeito das secas por gestão da recarga de aquíferos. Bem-vindos sejam, agradecendo a cooperação de todos para o sucesso do 14º SILUSBA. Como diz o nosso amigo Presidente da ACRH, Doutor António Pedro Pina, será “FESTA GARANTIDA!”.

 

Presidente da Comissão Organizadora Local

Rui Silva Rui Silva

Depois de, em Novembro de 2003, termo-nos encontrado no 6° SILUSBA (Simpósio de Hidráulica e Recursos Hídricos dos Países de Expressão Portuguesa), a comunidade da água da CPLP é convidada, mais uma vez, a se reunir na Cidade da Praia, nos dias 16 a 20 de Setembro de 2019, no 14° SILUSBA, para debater temas candentes relacionados com os recursos hídricos, mais concretamente sobre técnicas de resiliência e outras para fazer face à variabilidade e às mudanças climáticas no quadro dos objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS).

Este Simpósio será precedido pelo 1° Fórum Internacional WASAG (The Global Framework on Water Scarcity in Agriculture) sobre a “Escassez de Água na Agricultura”, de 19 a 22 de Março 2019, integrado nas comemorações do Dia Mundial da Água que se celebra a 22 de Março, numa organização conjunta pelos Governos de Cabo Verde e de Itália e FAO.

O Fórum WASAG permitirá a criação de sinergias entre a FAO e a organização do SILUSBA, entre outras, na identificação de temas concretos para as sessões de capacitação previstas pelo SILUSBA.

Com a organização, de 24 a 26 de Setembro, igualmente na Cidade da Praia, do Fórum sobre Clima/Variabilidade e Alterações Climáticas – Impactos na Economia da CPLP e África, organizado pelo CIICLAA (Centro Internacional de Investigação Climática e Aplicações para a CPLP e África), Cabo Verde será em 2019 a Capital científica da CPLP.

Com as mudanças institucionais levadas a cabo no setor dos recursos hídricos com a criação da ANAS (Agência Nacional de Água e Saneamento) e, mais recentemente no setor da regulação, em Cabo Verde, com a ARME (Agência de Regulação Multissetorial da Economia), este simpósio constitui uma oportunidade única permitindo identificar pistas para se enfrentar os novos desafios da gestão dos recursos hídricos num país insular e saheliano.

Neste quadro, convido todos os colegas da CPLP a participarem massivamente no 14° SILUSBA, permitindo um vasto intercâmbio de conhecimentos e igualmente de conhecer as belezas de Cabo Verde, estreitando assim os laços que unem esta comunidade.

 

Presidente da Comissão Diretiva da APRH

(Presidente da Comissão Científica)

Susana NetoSusana Neto

É com grande satisfação que a Comissão Diretiva da APRH acolhe a preparação do 14.° Simpósio de Hidráulica e Recursos Hídricos dos Países de Língua Portuguesa (SILUSBA), o qual irá decorrer entre 16 e 20 de setembro de 2019, na Cidade da Praia, em Cabo Verde. Será um momento alto de encontro entre os Países de Língua Portuguesa e uma oportunidade única de troca de experiências entre os vários Continentes em que partilhamos este património e ideário comum.

As Comissões Organizadora Internacional e Local, presididas pelo Doutor João Paulo Lobo Ferreira e pelo Engº Rui Silva, estão em intensa atividade e o site do SILUSBA está já construído e acessível a partir deste momento. Como sempre o Secretariado da APRH tem tido um cometimento e empenho inexcedível no apoio ao avanço desta tarefa. A Comissão Científica está igualmente em consolidação e reunirá em breve para, em colaboração com a COI e CL, estruturar os conteúdos e temas deste Simpósio que se pretende vir a constituir uma referência na construção de soluções para os problemas que afligem os diversos Países da Comunidade (CPLP). Antevemos um grande Simpósio e estamos a trabalhar em estreita colaboração entre todos os países, amplamente representados nas Comissões Organizadora e Científica.

Este SILUSBA contará com uma diversidade de sessões especiais, plenárias e mesas redondas, em torno de tópicos identificados por cada um dos Países. Pretende-se deste modo organizar de forma solidária e inclusiva de todos, os diversos momentos de debate, de construção e de proposta de soluções.

Contamos igualmente com as empresas dos setores do abastecimento de água, do saneamento, da energia e outros, para neste âmbito demonstrarem a sua capacidade de intervenção e operacionalização nas respostas possíveis aos problemas atuais. Porque a capacitação é uma prioridade em todos os nossos Países, iremos dar especial atenção a formas de promover esta vertente, seja indiretamente durante as sessões de trabalho e apresentação de comunicações e mesas redondas, ou diretamente através da organização de cursos breves, práticos e tecnicamente relevantes, orientados para as problemáticas identificadas pelos países coorganizadores.

Deixo aqui os melhores votos para uma rica e intensa colaboração que nos irá enriquecer a todos e deixar um legado que honra os 25 anos que o SILUSBA comemora em 2019!

 

Presidente da ABRH

Adilson PinheiroAdilson Pinheiro

Manifestação

Gostaríamos de expressar a satisfação da comunidade de recursos hídricos brasileira, por meio da Associação Brasileira de Recursos Hídricos, ABRHidro, de participar da organização do 14º Simpósio de Hidráulica e Recursos Hídricos dos Países de Língua Portuguesa (SILUSBA), que será realizado na Cidade da Praia, em Cabo Verde, de 16 a 20 de setembro de 2019. O SILUSBA é uma oportunidade de congregação de pesquisadores, profissionais e gestores de recursos hídricos dos países de língua portuguesa, para discussão de temas de interesse comum. Nos últimos anos, tem sido registrada a ocorrência de desastres associados a eventos hidrológicos extremos cada vez mais intensos, alinhados com os resultados de simulação dos modelos de mudanças climáticas globais. Secas e enchentes mais intensas e mais frequentes têm atingido nossos países. Por outro lado, os desafios de alcance dos objetivos do desenvolvimento sustentável, em especial os ODS 6, continuam nas pautas de discussão de nossos eventos científicos. Assim, no 14º SILUSBA teremos a oportunidade de promover avanços técnicos e científicos nas ciências básicas e aplicadas, e proposições para governança sustentável dos recursos hídricos em nossos países.

Temário

 

Presidente da Direcção Executiva da AQUASHARE

Bento MualojaBento Mualoja

A associação dos profissionais de águas em Moçambique (AQUASHARE) em colaboração com associações congéneres dos Países de Língua Portuguesa, como tem sido hábito, coorganiza o 14.o SILUSBA a ter lugar na Cidade da Praia, em Cabo Verde, em Setembro de 2019, celebrando 25 anos da sua existência! O SILUSBA constitui um espaço privilegiado onde os cientistas, académicos, investigadores e outros profissionais da área de águas da nossa comunidade trocam o seu saber relativo aos grandes desafios que o recurso água coloca à humanidade, em toda sua plenitude.

A problemática da água e muito em particular da gestão dos recursos hídricos constitui o grande determinante para o desenvolvimento dos nossos países e muito em particular no nosso país, Moçambique, onde uma parte significativa da população ainda não consegue a quantidade mínima diária para a satisfação das necessidades básicas. Moçambique nos últimos anos tem vivido situações muito complexas em termos hidrológicos. Enquanto a zona sul e muito em particular a Cidade de Maputo, a capital do País vive mergulhada numa longa seca, que obriga a restrições no abastecimento de água à área metropolitana de Maputo, afectando mais de 2 milhões de habitantes, para além dos prejuízos económicos na agricultura, industria e comércio, as regiões centro e norte, têm sofrido inundações e cheias, que provocam deslocações de populações para zonas seguras, para além da destruição de infraestruturas básicas, afectando também a economia nacional. Estas situações colocam aos profissionais a invariável e incomoda pergunta: “como é que estamos a gerir os nossos recursos hídricos?”. Temos consciência que a resposta desta pergunta tem muitas variantes e todas elas correctas, mas também tenho a mesma consciência de que temos muito caminho a percorrer.

Caros colegas associados da AQUASHARE e das outras organizações congéneres, é na busca deste tipo de respostas que nos levou a criar o espaço SILUSBA. Os nossos países têm os seus problemas específicos que caracterizam a gestão dos recursos hídricos, mas também, temos problemas comuns, e tudo isto nos leva a organizar os encontros como estes para encontrarmos, juntos, soluções comuns a todos, mas também soluções específicas para cada um dos nossos países. Afinal, o nosso bem mais precioso, e que importa valorizar, são os profissionais, académicos e cientistas que dedicam a sua vida a esta nossa frente de luta.

Por isso, vamos todos juntos e de mãos dadas dedicar o nosso saber na contribuição ao nosso bem-estar em particular e da humanidade em geral e vamos encontrar formas de reforçar a nossa comunidade. Vamos ao 140 SILUSBA, principalmente, para construirmos a “Comunidade da Água da CPLP”! Conto com a vossa presença!

 

Presidente da ACRH

PinaAntónio Pedro Said Aly Pina

Caros congressistas,

Bem-vindos à Santiago a ilha de todos os contrastes, desde as praias amenas, às paisagens únicas, aos traços da ruralidade no interior, passando pelos fragmentos de história que nos transportam a épocas longínquas. Berço da nacionalidade cabo-verdiana – Cidade Velha – onde reina, imponente, a Fortaleza Real de São Filipe, assim como do Pelourinho erguido em 1512. Do envolvente encanto da morabeza aos ritmos frenéticos do Batuque e do Funana.

A magnitude e apreço que representa para nós esta iniciativa das associações congéneres dos países de língua oficial portuguesa, que traz apendiculados passos cada vez mais estugados em direção a uma realidade comummente ansiada e partilhada, se nos atermos a pouco mais de 22 anos, os homens de craveira e iluminados de saber decidiram criar, sob égide da língua comum que partilhamos, os laços históricos que nos unem, uma organização chamada CPLP, cenário em torno do qual estamos hoje reunidos.

O XIV SILUSBA vai contribuir para o aprofundamento e a divulgação dos problemas relacionados com os recursos hídricos nas diferentes ilhas em que vivemos. Os legados deixados serão importantes, não como pegadas na areia que a maré remove, mas como ondas que o vento renova!

Destaca-se neste 14.º SILUSBA, para além das temáticas, sessões especiais e cursos intensivos:

Temas dignos da atualidade o que garante o sucesso almejado.

Muito obrigado e bem-haja a todos.

António Pedro Said Aly Pina
Presidente da ACRH