PROGRAMA

Programa provisório (PDF)

PROGRAMA TÉCNICO

Temas gerais

. Gestão de recursos hídricos e bacias hidrográficas
. Água e energia
. Hidrologia, hidráulica fluvial e obras hidráulicas
. Mar, zonas costeiras e obras marítimas
. Águas subterrâneas
. Água, agricultura, alimentação e florestas
. Serviços de abastecimento, drenagem e tratamento de águas
. Qualidade da água e dos ecossistemas
. Investigação em hidráulica e recursos hídricos

Temas transversais

. Gestão integrada da água, do território e das cidades
. Resiliência e gestão do risco
. TIC e sistemas de previsão e de alerta na gestão dos recursos hídricos
. Alterações climáticas e adaptação
. Infraestruturas tipo "azul-verde" e soluções baseadas na natureza
. Políticas públicas, governança e regulação
. Água e saúde pública
. Cooperação transfronteiriça
. Economia da água

VISITA TÉCNICA

Com o apoio da EDIA

Programa (PDF)

Sábado

10:15h - Coroamento da Barragem de Alqueva, margem esquerda - vista geral panorâmica
11:00h - Embarque na Marina de Alqueva
12:00h - Chegada a Amieira Marina
12:30h - Almoço no restaurante Aficionado
14:00h - Saída para EE dos Álamos
14:15h - Visita à EE dos Álamos
14:45h - Saída para a Barragem do Loureiro
15:30h - Paragem junto ao canal Loureiro/Monte Novo
16:00h - Visita ao Túnel Loureiro/Alvito
16:30h - Saída para o reservatório R4 (Monte Novo)
17:00h - Visita à EE da rede secundária R4
17:45h - Fim da visita.

Valor da Visita: 10€

Limite de Inscrições: 120 pessoas.

Inscrição em: http://www.aprh.pt/congressoagua2018/inscricoes.html

PROGRAMA SOCIAL

Dia 7 de março

Receção de boas vindas na Adega Cartuxa na Quinta de Valbom: http://www.cartuxa.pt/pt/

 

Localização da Adega Cartuxa

 

Concerto da Orquestra da Universidade de Évora, dirigida pelo Maestro Kodo Yamagishi, no Auditório da Universidade de Évora.

Nota (PDF)

Dia 8 de março

Jantar do congresso

Restaurante Cinco Quinas - Palácio Cadaval

Localização: Rua Augusto Filipe Simões - Palácio Cadaval (junto ao templo romano), 7000 Évora

https://www.facebook.com/CincoQuinasEvora/

CONFERÊNCIA DE ABERTURA

"Water Resources Management - The Challenges of Today and Tomorrow?", Patrick Lavarde.

Member of the Environment and Sustainable Development Advisory Board of the French Ministry of Environment. He is a Governor of the World Water Council since 2012 and President of IWRA since 2016 after being a Director during the term 2012-2015. In 2007, he created the French National Office for Water and Aquatic Environments (ONEMA). Being its General Director until October 2012, he engaged in water research coordination, national monitoring of water bodies, regulation and enforcement, and technical support to stakeholders.

From 1998 to 2007, he was General Director of the National Research Institute on Environmental Sciences and Technologies, the leading French institution on freshwater issues. During this mandate, he chaired the Partnership on European Environmental Research and was deeply involved in the European Network of Water Research (Euraqua). Previously he worked for public organisations involved in forestry, agriculture and water, at national and local levels.

 

MESAS REDONDAS

Mesa Redonda 1 - Cooperação Transfronteiriça para a Água - 7/3/2018

Moderador - Embaixador Mário Godinho de Matos

André Matoso, APA

Pedro Serra, TPF Planege

José Martinez , Presidente da Confederação Hidrográfica do Guadiana

Francisco Marin, Presidente da Confederação Hidrográfica do Minho

José Pimenta Machado, Diretor da APA-ARHNorte

Mesa Redonda 2 - Escassez, Seca, Usos Múltiplos e Infraestruturas Hidráulicas; - 7/3/2018

Moderador - Francisco Taveira Pinto

Pedro Salema, EDIA

Sequeira Ribeiro, APA

José Roquette, Herdade do Esporão

Sá da Costa, APREN

Nuno Brôco, AdP

Mesa Redonda 3 - Serviços dos Ecossistemas em Bacias Hidrográficas - 8/3/2018

Moderador - Alexandra Brito, CAP

Teresa Ferreira, ISA

Rui Cortes, UTAD

Adilson Pinheiro, Brasil

Cristina Branquinho, FCUL

Mesa Redonda 4 - Monitorização e Licenciamento de Recursos Hídricos - 8/3/2018

Moderador - A definir

Felisbina Quadrado, APA

Rui Rodrigues, LNEC

António Gonçalves Henriques, IST

Mesa Redonda 5 - Revisão da DQA e Novos Modelos de Gestão dos Recursos Hídricos - 9/3/2018

Moderador - Francisco Nunes Correia

Nuno Lacasta, APA

Eduardo Oliveira e Sousa, CAP

Susana Neto, IST

Vladimir Caramori, Brasil

CONCURSO FOTOGRÁFICO

Regulamento (PDF)

 

SIDE EVENTS

PROGRAMA JOVENS PROFISSIONAIS

Gestão dos Recursos Hídricos: Novos Desafios (PDF)

 

OS RIOS MUSICAIS

Luís Ribeiro, CERIS - IST
Documento (PDF)

A música como linguagem universal possui o poder de transmitir a natureza 'mágica' da água, de nos transportar a uma dimensão espiritual como nenhuma outra forma de arte o poderá fazer. Podemos navegar sugestionados por uma melodia através de impressões visuais. A música estimula a imaginação permitindo sonhar com infinitas imagens, viajar por estados psíquicos onde a combinação de referências é ilimitada. Os vários estados de alma podem ser representados simultaneamente pelo aspecto das nuvens, pelo fluxo dos rios, pelo vai vem das ondas do mar, pela chuva que cai e traduzidos em andamentos musicais: o andante, o adagio, o allegro, o vivace, o presto, executados quer pelo piano, violino, ou violoncelo, quer por trios e quartetos, quer por grandes conjuntos orquestrais ou corais, bailados, óperas e outras acções cénicas. Muitas vezes, essa simbiose é perfeita e quando isso sucede surge a obra-prima.