NOTÍCIAS
 
NÚCLEOS REGIONAIS

 

A constituição de um Núcleo Regional é de iniciativa de um grupo de associados residentes numa mesma região geográfica.
Para efeito do número anterior consideram-se as seguintes regiões:
a) região norte, abrangendo as bacias hidrográficas dos rios Minho, Lima Cávado, Ave e Douro e dos restantes rios que desaguam no litoral entre a foz do rio Minho e a do rio Douro;
b) região centro, abrangendo as bacias hidrográficas dos rios Vouga, Mondego e Lis e dos restantes rios que desaguam no litoral entre a foz do rio Vouga e a do rio Lis;
c) região Tejo, abrangendo as bacias hidrográficas do rio Tejo e dos restantes rios que desaguam no litoral entre a foz do rio Lis e do rio Sado;
d) região sul, abrangendo as bacias hidrográficas dos rios Sado, Mira e Guadiana e dos restantes rios que desaguam a sul da foz do rio Sado e no litoral algarvio;
e) arquipélago da Madeira;
f) arquipélago dos Açores.


Os Núcleos Regionais serão estruturados com base nos seguintes órgãos:

a) Assembleia Regional, constituída pelos associados pertencentes ao núcleo respectivo, no pleno gozo dos seus direitos, convocados e reunidos para tal, e dirigida por uma mesa eleita;
b) Direcção, constituída, no mínimo, por um Presidente e um Secretário-Tesoureiro e, no máximo, por cinco membros, eleitos em Assembleia Regional.
São atribuições dos Núcleos Regionais:
a) dinamizar e expandir as actividades da APRH na região respectiva;
b) difundir e tornar presente a Associação junto das entidades regionais e locais envolvidas no âmbito da sua actividade;
c) detectar os problemas específicos da região no domínio dos recursos hídricos, veiculá-los junto dos órgãos sociais e contribuir para a sua resolução;
d) desenvolver acções de formação e informação científica e técnica ao nível da região.
Para o exercício destas atribuições, as direcções dos Núcleos Regionais poderão constituir grupos de trabalho, com carácter temporário.